Caldeirada especial

Hoje trago uma receita muito especial, não especial na receita pois não varia muito da habitual mas porque especial por ser receita de família... Como tal vou seguir a tradição e partilhar, desculpem os q.b. mas confesso que as quantidades são todas um bocado a olho! 

Ingredientes:
- peixe variado fresco(preparado para caldeirada) q.b
- amêijoa vietnamita congelada  (q.b.)
- delicias do mar (q.b)
- 2 cebolas grandes
- 4 dentes de alho
- 4 tomates frescos maduros
- 1 pimento verde
- 1 pimento vermelho
- batata cortada às rodelas (q.b)
- 1 chav.  de vinho branco
- 1 colher de sopa de marisco 
- azeite, sal, pimenta
- tabasco
- Hortelã e coentros

Descascam-se as batatas, cortam-se às rodelas e reservam-se. Numa panela grande, dispõe-se no fundo parte de uma cebola cortada às rodelas médias, dois dentes de alho picados, pimento às tiras e rega-se com azeite. Coloca-se uma camada de peixe, tempera-se com sal a pimenta e coloca-se parte do tomate. Novamente mais uma camada de cebola e alho, pimentos, batata... e depois uma de peixe... por aí a fora até acabarem todos os ingredientes. Por fim,  desfiz a colher de sopa de marisco em água a ferver e reguei por cima com mais um fio de azeite. Ligar o lume e deixar cozer aos poucos e caso seja necessário acrescente um pouco de água. No meio da cozedura acrescentei as ervas aromáticas e voltei a temperar, coloquei o tabasco e no final verifiquei o tempero novamente e coloquei mais umas ervas aromáticas frescas. 

Acreditem que a hortelã cozida dá um toque especial à caldeirada eu adoro! 


Sumo de Abacaxi, mel e hortelã

Hoje trago um suminho para refrescar estas tardes de calor com ou sem chuva!


Ingredientes:
1/3 de uma abacaxi
3 folhas de hortelã
1 colher de sobremesa de mel
5 cubos de gelo
água q.b.


Numa liquidificadora colocar o abacaxi cortado em cubos pequenos, a hortelã e os cubos de gelo, deixar triturar tudo muito bem e só depois colocar o mel e a água a gosto. Eu gosto dos sumos tipo nectar com alguma polpa por isso coloco sempre pouca água. Colocar no frigorifico até servir! Fica super fresco e o toque de mel fica muito bom!

canapé de brie e azeitona verde

Hoje trago uns canapés super fáceis e que ficam sempre bonitos em qualquer mesa!


Ingredientes:
2 tortilha mexicana
100 gramas de azeitonas sem caroço
1 fatia grande de queijo brie
salsa e cebolinho q.b.
sal, pimenta
maionese (como fazer)


Triturar  as azeitonas com a salsa e 1 colher de sobremesa de maionese, temperar com um pouco de sal, pimenta e mais um pouco de maionese se preferir, colocar por cima da tortilha com os pedaços de queijo e o cebolinho a enfeitar.

Maionese de oregãos e alho

Hoje trago uma maionese caseira é muito fácil de fazer, vi num episódio do Master Chef Australia e decidi logo fazer a minha versão. Acompanhado com a minha erva de hoje, oregãos frescos.. os meus duraram o ano inteiro, sobreviveram ao Inverno frio deste ano e tudo :)
Orégano ou orégão (Origanum vulgare) é uma erva perene e aromática, muito utilizada na cozinha do Mediterrâneo. São utilizadas as suas folhas, frescas ou secas, pelo sabor e aroma que dão aos pratos. Considera-se que as folhas secas tem melhor sabor. Sementeira: Janeiro-Fevereiro em viveiro ou em local definitovo de Abril a Junho. Utilizar compasso de cerca de 30-30 cm.
Oregãos Maio 2010
Ingredientes:
1 colher de sopa de Mostarda Dijon c/ mel
2 ovos
2 colheres de sopa de vinagre de arroz
1 pitada de sal
250 ml de óleo de amendoim
2 dentes de alho
orgãos q.b.


Colocar numa liquidificadora a mostarda, os ovos inteiros, o vinagre, uma pitada de sal e 1/3 do óleo de amendoim, ligar durante 10 segundos deitar mais óleo pouco a pouco e ir ligando a liquidificadora 10 em 10 segundos até ficar com uma espessura fofa e cremosa, se achar que no final tem demasiado óleo colocar um pouco de água, ligar e misturar mais um pouco. 
Assim que tiver a gosto, cortar o alho em pedaços muito pequenos e as folhas de oregãos também, misturar á maionese e levar ao frigorifico até servir.



Panacota de framboesas

Hoje trago uma sobremesa muito rápida e bem fresca.


Ingredientes:
1 lata de leite condensado light
120 grs de natas
350 ml de leite
1 vagem de baunilha
4 folhas de gelatina sem sabor


Cobertura:
Framboesas qb
2 colheres de açúcar


Num tacho em lume médio deitar o leite condensado e as natas, mexer bem até se juntarem e colocar as sementes da vagem de baunilha. Hidratar as folhas de gelatina eu normalmente deixo amolecer em água fria escorro e dissolvo novamente mas em água a ferver (1 colher de sopa por cada folha). Deitar as folhas de gelatina já diluidas ao leite condensado e por fim o leite, ir mexendo até ferver.
Deixe arrefecer um pouco e coloque o preparado em tacinhas no congelador aproximadamente 1 hora, um pouco antes de ferver, deitar as framboesas (usei congeladas) num tacho com o açucar e deixar ferver mexendo sempre.. pode deitar em cima da panacota antes de servir.


Folhado de Bacalhau e agrião

Hoje trago bacalhau, não é o meu peixe preferido mas como os agriões são a minha "verdura" preferida, nada melhor do que combinar os dois.

Ingredientes:
2 postas de bacalhau
3 dentes de alho
1 molho de agriões
1 molho de salsa
1 ovo
1 placa de massa folhada
azeite, sal e pimenta
coentros e salsa em pó
mostarda da L'Acienne 
vinagre de cidra

Cozer as postas de bacalhau em àgua a ferver durante uns 8 minutos, escorrer a água, tirar as peles e as espinhas. Numa frigideira saltear os alhos com um fio de azeite e os coentros em pó, deixar alorar e colocar o bacalhau, deixar alourar mais um pouco e colocar umas gotinhas de vinagre de cidra. Deixar arrefecer o bacalhau e estender a massa folhada num tabuleiro com papel vegetal, pincelar a massa com a mostarda e colocar o preparado do bacalhau no centro, de seguida cubra com a salsa picada grosseiramente e os agriões, feche a massa folhada (tipo embrulho), molhe as pontas com um pouco de água para unir, pincele com o ovo e salsa em pó a gosto. Colocar no forno a 180º durante 30 min ou até ficar dourada.


Salada de couve roxa e rabanetes da "horta"

Hoje trago mais uma experiência da minha pequena "Horta na varanda", confesso que esta experiência surpreendeu-me e muito.. Vi sementes de rabanetes á venda e pensei... porque não? Coloquei num vaso rectangular e mandei para lá as sementes (sem pensar).. passados uns dias começam a nascer as folhinhas verdes e num espaço de semanas os pequenos rabanetes todos uns em cima de outros :) Agora já pesquisei como se plantam e já estou na próxima remessa, deixo-vos a dica para não fazerem como eu! Acreditem que sabem tão bem como os de compra.
Como plantar: http://www.cm-guimaraes.pt/files/1/documentos/horta/comocultivar/RABANETE.pdf 
Rabanetes Maio 2011
Ingredientes:
4 rabanetes
80 grs de queijo feta
couve roxa qb.
azeite extra virgem q.b.
vinagre de cidra q.b.
sementes de papoila q.b.

Cortar a couve e os rabanetes e temperar a gosto. Fica uma salada muito crocante por causa da couve e com  o sabor especial do rabanete e do feta fica muito saborosa. 

Sumo de morango

Um quilo de morangos bem maduros apareceram cá em casa, uma verdadeira delicia.... Como estavam muito maduros tive de congelar, acabei por dividi em pequenas quantidades e congelei para futuros sumos, souvets ou coberturas de doces... Esta é a minha primeira experiência.


Ingredientes:
Sumo de 1/2 limão
1 folha de hortelã
150 grs de morangos congelados
Àgua q.b.
1 colher de sobremesa de açucar mascavado.


Retirar os morangos congelador e colocar na liquidificadora com o sumo do limão, a folha da hortelã e triturar tudo muito bem, depois colocar um pouco de àgua se achar que está muito espesso e açucar a gosto. Fica um sumo super fresquinho e acreditem que a folha de hortelã faz toda a diferença.

Gratin de batatas e courgette

Hoje trago mais uma erva da minha varanda e uma receita a acompanhar!

Cebolinho: Allium schoenoprasum, conhecido popularmente como cebolinha, cebolinha-francesa ou cebolinho em Portugal, é uma planta originária da Europa.

É uma planta vivaz que se desenvolve em tufos muito densos. Apresenta folhas verde escuras, roliças, que atingem no máximo 30 cm de altura. Em Junho cobrem-se de flores rosa-pálido semelhantes a pompons. Estas flores devem ser imediatamente retiradas para que as novas folhas possam rebentar. As folhas frescas têm um agradável e suave sabor a cebola, sendo especialmente utilizadas cruas em saladas, em pastas de queijo fresco e também em pratos de ovos e queijo. O cebolinho é também muito apreciado no molho tártaro.
Sementeira: O cebolinho é de fácil cultivo em qualquer terra de jardim ou em vasos, de preferência perto da cozinha, gosta de ser bem regado. Pode ser semeado ou propagado por divisão de raízes. Morre no Iinverno mas volta a rebentar na Primavera.
    O vaso do cebolinho já com algumas flores (abril  2011)


Ingredientes:
5 batatas grandes
1 courgette
1 dente de alho
3 ovos
200 ml de creme fraîche
1 bola de queijo mozzarella fresco
margarina q.b.
flor de sal, pimenta, noz moscada, coentros em pó
cebolinho


Cortar as batatas e a courgette o mais fina que conseguir, passar um dente de alho pelo pirex e depois untar com margarina, colocar as batatas e as courgetes alternado com pedaços grosseiros de queijo mozzarella desfiado. Bater os ovos com a vara de arame e temperar a gosto, eu coloquei, flor de sal, pimenta acabada de moer, uma pitada de noz moscada e coentros em pó, mexer nomamente, juntar o creme fresh e algum do cebolinho tambem. Deitar o molho sobre o pirex, com mais pouco de mozzarella e cebolinho por cima, levar oa fono a 200º durante 45 min.