Bolo de baunilha e sementes de papoila

Hoje trago um bolo bastante normal mas que com o toque das sementes e da baunilha acreditem passa a ser bastante especial e com um aroma fantástico, espero que gostem!

Ingredientes:
125 grs de manteiga
200 grs de açúcar baunilhado
4 ovos
300grs de farinha com fermento
180 ml de leite
cascas de 2 laranja
sumo de meia laranja
1 colher de sobremesa de essência de baunilha
2 colheres de sobremesa de sementes de papoila

Pré aquecer o forno a 160º. Num recipiente bater 280 grs de açúcar com os ovos, até obter uma massa fofa, juntar á mistura a farinha e o leite (alternando), misturar bem e só depois colocar as sementes de papoila, a baunilha e a raspa da laranja. Colocar no forno aproximadamente 45 min ou quando vir que o bolo ficou bem dourado e cozido. Por fim pulvilhei com as restantes sementes e o açúcar baunilhado em pó.

Uma dica para o açúcar baunilhado:
Nunca comprei nos hipermercados porque acho demasiado caro para a quantidade que vendem. Coloco o açúcar normal na liquidificadora e deixo estar até ficar em pó, em seguida coloco num frasco com as vagens de baunilha (já usadas) que me vão sobrando de outras sobremesas. Fica super aromático e bem mais baratinho! O amigo Jamie Oliver é um excelente professor :)

Salada fresca

Ingredientes:
4 tomates maduros,
raspas de parmesão
cebolinho
salsa
sal, pimenta, azeite e limão.

Mais uma salada esta é muito simples mas com tomates maduros e do campo faz toda a diferença. 

Cortar os tomates em pedaços pequenos, temperar a gosto e colocar as lascas de parmesão com as ervas aromáticas por cima, bem simples, fresca e deliciosa.

Espero que gostem e obrigada pelos comentários do ultimo post!

Post nº 100 - tarte de pêra com merengue

Ingredientes:


massa:
125 grs de farinha sem fermento
50 grs de açúcar
75 grs de margarina
1 gema de ovo
1 colher de café de fermento


recheio:
300ml de creme fraiche ou iogurte natural
1 colher de açúcar mascavado escuro
canela e gengibre qb.
4 pêras


merengue:
1 clara
50 grs de açúcar em pó
gotas de limão

Numa superfície plana basta fazer um monte de farinha com um buraco no meio onde vai colocar a margarina, o açúcar, e amassar tudo muito bem. Só depois acrescentar o ovo e juntar a farinha e o fermento, amassar novamente muito bem. Fazer um  bola, embrulhar numa película aderente e deixar repousar no frigorífico durante aproximadamente uma hora.

Descascar e cortar as pêras em pedaços pequenos e colocar num tacho em lume brando com a colher de açúcar, a canela e o gengibre a gosto deixar cozer muito bem as pêras. Retirar do lume, deixar arrefecer e só depois acrescentar o creme fraiche.

Depois da massa levedar com ajuda do rolo da massa ou mesmo os dedos, colocar numa forma própria para tarte e verter o recheio das pêras, levar tudo ao forno aproximadamente 20 a 30 minutos ou até a massa ficar cozida e dourada.

Retirar do lume, preparar o merenge e cobrir toda a parte superior da tarte, levar ao forno (ligado apenas na parte de cima) a 180º até o merengue ficar douradinho como o da imagem.

Obrigada a todos pelos comentários ao longo destes 100 posts.

Sumo de abacate, lima e mel

Hoje trago mais um sumo, o abacate tem a particularidade de dar uma textura muito macia a tudo, e este sumo não é excepção, fica óptimo e super fresco tb.

Ingredientes:
1/2 abacate
1 litro de água ou gelo
1 colher de sopa de mel
sumo de uma lima
manjericão grego

Cortar o abacate ao meio e colocar metade na liquidificadora, com a colher de mel e o sumo da lima, as folhas de manjericão a gosto, deitar o gelo ou a água aos poucos até atingir a textura que mais gostam, eu gosto tipo néctar.

Suspiros cor-de-rosa

Quando as princesas fazem anos, comem suspiros cor-de-rosa! Por isso hoje trago uns pequenos suspiros para alegrar os aniversários das princesas da vossa casa.

Ingredientes:
4 claras
200grs de açúcar em pó
1 pitada de sal
gotas de corante encarnado

Para fazer o merengue ver aqui. Basicamente não coloquei a amêndoa e sim o corante encarnado, depois coloquei no forno pré aquecido 60 min a 150º, muito fácil e divertido mesmo apesar do acidente que sofreram no transporte (umas esmagadelas).