Smoothie de morango

Hoje descobri que gosto de smoothies... sei que se vendem por aí mas sempre tive algum receio em provar, não sou grande fan de batidos e de sabor excessivo a leite simples mas em compensação adoro iogurtes. Bastou fazer uma pesquisa rápida pelos blogs para ver que maior parte dos smoothies eram feitos de iogurte e daí saiu a minha versão, com morangos biológicos acabadinhos de comprar aqui está a minha receita apenas para 1 copo.

Ingredientes:
6 morangos
1 iogurte grego açucarado
1 folha de manjericão
2 cubos de gelo
2 colheres de chá de açúcar mascavado escuro



Numa liquidificadora colocar os morangos cortados ao meio, o iogurte, os cubos de gelo e a folha de manjericão, picar tudo muito bem até ficar cremoso, o acido do manjericão corta um pouco o doce dos morangos por isso se forem gulosas (que é o meu caso) coloquem o açúcar.

Acho que depois desta experiência muitos mais smoothies vão aparecer na minha Marmita.


Queques de bulgur

Hoje trago mais um desafio, este lançado por um blog fantástico que encontrei à pouco tempo mas que já se encontra no meu top de favoritos, a Suvellecouisine lançou  e cá estou eu a fazer uma espécie de fritada mas com um toque mais saudável.



Ingredientes:
1 chávena de bulgur cozido
2 ovos biológicos
1 cenoura
1/2 cebola
6 fatias de chourição fatiado
1/2 chávena de coentros frescos
2 colheres de sopa de parmesão ralado
2 colheres de sopa de farinha sem fermento
sal, pimenta em grão, mostarda em grão
azeite q.b.

Misturar muito bem a cebola picada, a cenoura ralada, as fatias de chourição cortadas em quadrados pequenos, os coentros picados, o parmesão ralado na hora, as colheres de farinha, os ovos e temperar tudo muito bem com sal, pimenta e mostarda moída. Incorporar o bulgur previamente cozido com água e sal, colocar em forminhas untadas de azeite com ajuda de um pincel e colocar no forno a 200º aproximadamente 20 min, ou até ficarem bem douradinhos.



Para ficar ainda mais saudável podia ter trocado o chourição por um fiambre de peru/frango ou até outro legume, mas como não tinha em casa de momento acabei por usar chourição e serviu para uma refeição completa com um sumo de morango acompanhar.

Ficam um queques muito estaladiços por fora e húmidos por dentro, a receita base retirei daqui mas como não tinha quinoa substitui por bulgur que para quem gosta de couscous é obrigatorio provar.


Azeite aromatizado especial forno

Depois da minha "limpeza" quase total da dispensa cá estou eu voltar a encher os espaços vazios, desta vez pensei em fazer uns azeites aromáticos ao meu gosto com azeite acabadinho de chegar do Alentejo, aqui vai a minha primeira opção ideal para comidas feitas no forno.


Ingredientes:
250 ml de azeite caseiro
3 colheres de sopa de cebola seca
3 colheres de sopa de cardomomo

Num almofariz colocar o cardomomo e dar umas pancadinhas para que saía a semente, colocar no frasco com a cebola e regar com o azeite, fechar bem o frasco e deixar a repousar num local fresco durante duas semanas, quando abrirem a tampa vão sentir um aroma fantástico. E podem começar a temperar, eu acho que este vou deixar especialmente para carnes ou peixes ao forno!


Vieiras assadas - e um convite para jantar

Hoje trago mais uma vez as vieiras que eu tanto adoro, desta vez ficaram diferentes das que publiquei anteriormente aqui e aqui. Adoro de todas as maneiras mas como hoje tinha um convidado especial decidi dar um toque mais requintado.

Não resisti em fazer o desafio lançado pela Anasbageri. Ou seja, convidar alguém que admiramos (filmes/livros) para jantar, assim que li o post imaginei mil e um actores que admiro bastante, mas acabei por escolher uma personagem de uma serie que conheci através de um livro.

Dexter Morgan, personagem principal da serie Dexter interpretado por Michael C. Hall.


Recebi o livro que inspirou a serie Dexter alguns anos atrás pelo Sr. cá de casa, acabei por ler e ter vontade de ver a serie e lá fiquei viciada, pensei que o Lost seria a minha serie de eleição de sempre mas lá consegui arranjar mais um espacinho no meu coração para o Dexter.

Para quem nunca viu, Dexter é uma série baseada nos romances de Jeff Lindsay – Darkly Dreaming Dexter e Dearly Devotec Dexter –, esta série criminal segue a vida de Dexter Morgan, um perito em investigação forense que, durante o dia, trabalha no departamento policial de Miami Dade e, à noite, mantém uma vida secreta bastante activa onde persegue criminosos que conseguiram escapar à justiça e assegura que eles não escapam imunes pelo crime que cometeram.

No entanto, o seu significado de perseguição vai muito mais além do que o esperado por parte de um oficial de polícia: Dexter tortura fisicamente os seus alvos acabando por os matar.

Assim que vi o desafio, imaginei-me logo em fazer algo diferente do que o Dexter estaria habituado a comer em Miami (hamburguers, cachorros ou até da pizza´s night na casa da falecida Rita). Lembrei-me então das vieiras que tinham acabado de chegar cá a casa.

Ingredientes: (2 pessoas)
6 vieiras congeladas
6 fatias de bacon fumado
1 tomate maduro
100grs de pão do dia anterior
1 dente de alho
salsa q.b.
oregãos q.b.
flor de sal, pimenta q.b.
azeite q.b.

Pré aqueça o forno a 200º.

Num tabuleiro colocar o tomate cortado em rodelas regado com um fio de azeite, sal e orégãos. Leve ao forno durante 10 minutos, passados os 10 minutos coloque ao lado as fatias do bacon e leve mais 5/8 minutos ou até ficar o bacon bem estaladiço.

Numa picadora coloque o pão, eu usei um de sementes que tinha feito uns dias antes mas nem se notou e ficou óptimo, coloque também a salsa e 1 dente de alho, pique tudo muito bem e numa frigideira aloure a gosto, eu adoro bem torradinho e com um fio de azeite por cima mas isso já fica ao vosso gosto.

Entretanto tempere as vieiras previamente descongeladas e secas com um pouco de sal, pimenta e grelhe, se vir que ficam demasiado secas e a agarrar pincele com um pouco de manteiga.

Sirva com o puré como base de seguida os tomates assados, as vieiras, polvilhe com o pão e o bacon em pedaços grosseiros.


Acho que isto acontece-se na realidade iria ser um jantar a 3 pois não estou a ver o Dexter a entrar cá em casa sem cá estar o Sr. da casa que por acaso até gosta dele. Acho que acabaríamos a noite a beber algo do género disto :)

Ok, isto já sou eu a delirar é melhor parar por aqui!

Red Velvet cake

Não sou pessoa que comemora o dia dos namorados, acho que poucas foram as vezes que o fiz, mas este bolo foi feito para o aniversário do Sr. da casa, por isso que pensei que esta receita se encaixava bem nesta altura do ano.


Ingredientes:
300 grs de Farinha de trigo sem fermento
270 grs de açúcar mascavado
1 colher de sopa de fermento em pó
1 colher de chá de sal
1 colher de sopa de cacau em pó
1 colher de sopa de extracto de baunilha
1 colher de sopa de vinagre de maça
3 colheres de sopa de corante vermelho alimentar
sumo de 1 romã
2 ovos
240 ml de leite
140 grs de manteiga



Ingredientes cobertura:
115 grs de manteiga
230 grs de queijo creme (tipo philadelfia)
230 de açúcar em pó
1/2 romã


Pré aquecer o forno a 180º.
Misturar o açúcar com a manteiga até atingir um creme fofo, acrescentar 1 ovo de cada vez e ir batendo, extrair o sumo de 1 romã e colocar ao preparado, o extracto de baunilha, o vinagre de cidra, o leite e o corante vermelho. De seguida colocar os ingrediente secos, tais como a farinha (peneirada), o fermento, a colher de sal e o cacau. Colocar tudo numa forma redonda e lavar ao forno 45 min ou até o bolo estar cozido.

Tirar o bolo do forno e deixar arrefecer.
Para a cobertura basta colocar na batedeira o creme de queijo com a manteiga e bater na velocidade baixa, depois juntar o açúcar aos poucos sem deixar de bater.
Cortar o bolo em duas partes e barrar a parte inferior com o creme e depois toda a cobertura do bolo com o restante creme, antes de servir colocar os gomos de meia romã por cima do bolo.


Torrões de açúcar

Depois de enumeras tentativas falhadas lá consegui fazer torrões de açúcar, não foi fácil. Por isso aqui vai a minha receita que resulta na perfeição.

Ingredientes
220 grs de açúcar
1 colher de café de água ou corante alimentar ou até mesmo groselha

Numa tigela deitar o açúcar (eu usei mesmo as 220 grs) porque era o que levava a minha forma, depois colocar a água ou a cor que preferir, mexer um pouco e colocar na forma, alisar bem na forma e levar ao micro ondas na potência máxima(600) durante 30/40 segundos. Têm de fazer um teste primeiro para ver qual a melhor temperatura para a vossa forma, eu consegui com 30 segundos mais que isso o açúcar derretia e não desenformava na perfeição. Depois de retirarem do micro ondas deixem arrefecer ainda dentro da forma e  só depois podem retirar com cuidado e colocar num frasco bem fechado.




E voilà é fácil! Agora já podem servir cházinho ás amigas em grande estilo :)

Já agora descobri este chá de Malva flor por acaso, num super mercado e adorei não sei se conhecem eu acabei por pesquisar depois de o comprar. É saboroso, tem uma cor invulgar e dizem que trata de algumas doenças e parece ser óptimo para aliviar queimaduras do sol... um bocadinho irónico pois quem não gostaria de ter um dia de praia esta semana?!

Couve-flor no forno


Não sou grande apreciadora de couve-flor, é assim gosto mas não adoro... o senhor cá de casa adora, sempre que pergunto que legumes queres que compre diz sempre couve flor. E lá acabo por comprar e tento fazer receitas diferentes que levem algum ingrediente que me faça gostar mais como aconteceu por aqui. Hoje trago novamente uma versão ao forno mas com um toque diferente.

Ingredientes:
1 couve-flor
250 ml de creme fraiche ou iogurte grego natural
1 colher de café de mostarda dijon com Cassis
3 colheres de sopa de amêndoa laminada
salsa q.b.
noz moscada ralada
flor de sal q.b.
pimenta q.b.
água e leite q.qb

Cozer a couve-flor em 3 partes de água e 1 de leite, escorrer e temperar com uma pitada de sal,pimenta moída na hora e uma pitada de noz moscada e salsa fresca, colocar num pirex untado com manteiga. Numa tigela á parte preparem a cobertura, com o creme freiche, a mostarda e mexam muito bem. Coloquem por cima da couve e de seguida a amêndoa, levem ao forno aproximadamente uns 15 min ou até a amêndoa ficar bem dourada.