Pastéis de massa tenra de peru e especiarias

Para começar a semana trago uns pastelinhos, agarro na deixa do Ricardo Araújo Pereira no programa Mixórdias de Temáticas para vos perguntar se para vocês pasteis de massa tenra é refeição ou petisco? Eu confesso que tanto gosto deles de uma maneira como outra por exemplo, os pastéis de bacalhau a mim sabem-me tão bem com um arroz de feijão ou de tomate, coisa que para alguns não passa de um petisco/entrada. Para vocês em que categoria se enquadram os meus pastéis?

Ingredientes massa:
75gr de manteiga
100 ml de água
270gr de farinha sem fermento
1 pitada de sal
1 ovo
sementes de papoila q.b.

Ingredientes recheio:
200gr de carne de perú picada
1 colher de chá de raspas de limão
1 colher de chá de paprika
3 ramas de tomilho fresco
1 colher de chá de ervas de provence
2 colher de sopa de vinagre balsâmico
sal grosso q.b.
pimenta rosa q.b.
2 colheres de sopa de Vaqueiro manteiga sabores especial aves

Comece por fazer a massa colocando a manteiga na batedeira ou no robot de cozinha, bater até ficar líquido, acrescentar a água, o sal e bater mais um pouco. De seguida a farinha e bater até ficar uma massa fofa. Retirar a massa e deixar repousar durante 1 hora e 30 minutos.

Entretanto pode marinar a carne com as raspas do limão, o sal e a paprika uns 30 minutos antes cozinhar.

Para cozinhar coloque a manteiga na frigideira bem quente de seguida a carne e saltear tudo uns 3 minutos. Depois comece por colocar as especiarias uma a uma, tendo em atenção não deixar agarrar (se necessário colocar 2 colheres de água, deixe as especiarias se fundir com o sabor da carne e faça uma redução do vinagre balsâmico eu utilizei 2 colheres de sopa cheias. Antes de desligar coloquei tudo na picadora ou no robot de cozinha e piquei tudo uns segundos para que a carne fique bem picadinha, quase como se usa no chili de carne.


Retire a massa e com ajuda de um rolo de cozinha, numa superfície plana com farinha estender a massa para que fique bem fininha, com um cortante (ou um copo) fazer pequenos círculos colocar um pouco de carne num lado dos círculos e fechar com o outro lado, pressionado com os dedos ou com um garfo para que fique bem fechadinho, fazer este processo até a massa acabar.

Colocar os pastéis num tabuleiro forrado com papel vegetal e pincelar a parte de cima com ovo, colocar as sementes de papoila e levar ao forno durante 30 minutos a 180º.

Bom apetite!




27 comentários:

  1. Seja petisco, seja refeição, ja comia um ou dois! Adorei a receita, especialmente por serem de Peru!

    ResponderEliminar
  2. Para mim serevm da mesma maneira, mas tenho a tendencia de me virar mais para o petisco. É do tipo de comida que faço só quando não tenho nada feito :P .
    Os teus ficaram lindos de morrer. As fotos estão lindíssimas (e eu a ficar desmotivada com as minhas):

    Beijinhos e continua assim a deliciarnos dessa forma como tens feito :)

    ResponderEliminar
  3. Que saudades que tenho de uns pastéis de massa tenra!!!bjs

    ResponderEliminar
  4. Ficaram lindos, devem estar super saborosos:) Agora comia uns quantos hehe

    Beijinhos,
    Joana

    ResponderEliminar
  5. Para mim servem os 2 intuitos :) refeição ou petisco, depende mesmo da ocasião!
    Mas olhando assim de repente para os teus, já petiscava 1 ou 2 :)
    estão lindos.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. as tuas fotografias são lindas!
    e para responder á pergunta para mim são petisco, e um petisco calha sempre bem...
    beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Olá.
    Muito bom, gostei muito de tudo que vi por aqui, parabéns.
    Até mais

    ResponderEliminar
  8. Para mim tanto podem ser petisco como refeição. Por exemplo, rissois ou bolinhos de bacalhau são, como bem disseste, perfeitos quando acompanhados por um belíssimo arroz de tomate, feijão vermelho e grelos (sim, esta combinação é maravilhosa). Também gosto de acompanhar chamuças com arroz indiano e uma salada refrescante, com molho de iogurte e menta. Portanto acho que depende muito da situação ou da minha vontade na altura, mas são optimos quer como petisco ou refeição :)

    ResponderEliminar
  9. Bom dia.
    No fim de semana já vou esperimentar esta receita. Onde posso comprar as sementes de papoila?

    ResponderEliminar
  10. Concordo com a Ondina. Uns pasteis de massa tenra com uma salada, ou/e um arrozinho são uma refeição para mim. Estes são a fazer. Obrigada!

    ResponderEliminar
  11. boa pergunta! eu gosto em refeição :) com uma saladinha hmmm como os pastéis de bacalhau ou pataniscas adoro acompanhado com arroz de feijão :)
    mas se for numa bela mesa de petiscos vão na mesma :) eu gosto é de comer hehe
    p.s. as fotos estão magníficas :) lindas lindas**

    ResponderEliminar
  12. Estão mesmo apetitosos, uma delícia!
    Para mim servem mais de entrada/petisco.

    ResponderEliminar
  13. Eu não sou esquisita e como adoro fritos e folhados, ora como como entrada/petisco ou como refeição, com uma salada sabe-me muito bem uns pastéis destes. Mas por exemplo os croquetes de carne sabem-me verdadeiramente bem com uma salada só de tomate!

    ResponderEliminar
  14. Os teus pasteis ficaram perfeitos e para mim tanto podiam ser deliciados como entrada ou como refeicao. Dependendo da fome e da gula.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Que maravilha!!!! Sabes que nunca experimentei fazer a massa dos pastéis? É desta... já tenho a inspiração que precisava ;-) Um beijinho e.... mais umas vez... excelentes fotografias!

    ResponderEliminar
  16. Acho que depende dos dias: se for uma festinha tornam se petisco, se for durante o dia a dia tornam se uma refeição.De qualquer das formas é sempre uma comidinha reconfortante e os teus estão tão bonitinhos!!!
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  17. Olá! para mistes estes pastelinhos são excelentes nos dois contextos, como entrada ou como prato principal, ou, ainda como um lanche rápido e delicioso!
    Bjs
    Paula

    ResponderEliminar
  18. Olá
    Eu acho que tanto pode ser entrada como prato principal, depende dos dias e do acompanhamento.
    Estes ficaram mesmo bonitos e apeticiveis :)

    ResponderEliminar
  19. que belissima ideia... ando virada para pasteis e afins.. acho que vou experimentar estes que estão com ar delicioso..

    beijinhos

    ResponderEliminar
  20. Ficaram tão, mas tão apetitosos;) o meu pai adora. tenho de experimentar!
    Babette

    ResponderEliminar
  21. Marmita, as tuas fotos estão lindas, lindas!! :)
    E os pastelinhos, super fofos com as sementinhas. Acreditas que nunca fiz esta massa? Já tenho inspiração!
    Eu gosto imenso de petiscar, mas confesso que faço refeição deles com uma boa salada. Com os pastéis e pataniscas é exactamente a mesma coisa, com um belo arroz de feijão ou tomate delicio-me. Petisco ou refeição tanto faz, eles que venham! :)
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  22. Com uns pasteis destes, uma refeição transforma-se num petisco. Que maravilha! As fotos estão tão lindas como os pasteis. Adorei.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderEliminar
  23. Olá Marmita,
    para mim estes teus pastéis saboreavam-se mesmo como prato principal, se bem que como petisco também marchavam bem rápido cá em casa :)
    um beijinho,
    Margarida

    ResponderEliminar
  24. Eu adoro pastéis e estes estão maravilhosos.
    Um beijo!

    ResponderEliminar
  25. Hahaha! O que eu me ri com esse episódio da Mixórdia!

    Quanto aos pastéis... estes parecem simplesmente divinais!

    Obrigada pela sugestão!

    ResponderEliminar
  26. Adoro! E servem-me muito bem como refeição.

    ResponderEliminar
  27. Hmmm, bem... Eu podia comê-los como entrada, refeição, petisco fora de horas... Sabiam-me bem a qualquer momento!!! Ficaram mesmo lindos, todos sarapintados com as sementes de papoila!:))
    Adoro pastéis de massa tenra e há tanto que não como... Olha os apetites que me foste despertar!!!:D
    Lindas as fotos, LINDAS!
    Beijocas:)

    ResponderEliminar