Bola de fatias vegetarianas e caril




Eis que chegou o tão esperado calor! Com ele chega também a vontade de piqueniques, de geleira recheada, praia e comida leve.

Hoje trago uma bola muito simples de fazer e que nem precisa de levedar, ótima para acompanhar uma saída e levar na marmita.

Algumas semanas a Nobre desafiou-nos a provar as novas fatias Vegalia, são então 3 variedades de fatias vegetarianas: Fatias vegetarianas com legumes, fatias vegetarianas com espargos e fatias vegetarianas com ervas mediterrâneas. Estes produtos vão ser direcionados para pessoas flexitarianas. 

Para quem não sabe o flexitarianismo é uma dieta com cada vez mais adesão e consiste numa redução do consumo de carne e peixe, passando a existir um consumo de maioritariamente vegetais.

Nós tentamos comer bastantes vegetais cá por casa, o mais novo, já está naquela fase de torcer o nariz a tudo o que é verde, mas com alguma insistência lá conseguimos que coma. Adorou as fatias, na realidade até nós os adultos ficamos muito surpreendidos com o sabor e para vos comprovar que se podem comer estas fatias mais do que no meio de duas fatias de pão, nas próximas semanas trazemos outras ótimas sugestões para recriarem em vossas casas. Vão ser receitas de fácil execução e muito saudáveis, fiquem atentos e aproveitem o calor que pode ser de pouca dura!


.  Receita para 8 pessoas . 

Ingredientes:
400 g de fatias vegetarianas Nobre Vegalia (usei 200 g de fatias vegetarianas com legumes; 
100 g de fatias vegetarianas com ervas mediterrâneas; 100 g de fatias vegetarianas com espargos)
4 ovos
180 g de azeite
300 g de leite vegetal
1 pitada de sal
500 g de farinha de trigo sem fermento
2 colheres de chá de fermento para bolos
1 colher de sobremesa de caril
2 colheres de sobremesa de orégãos secos

Pré-aqueça o forno a 180º, unte uma forma de bolo Inglês com azeite (ou óleo próprio para bolos) e reserve.

Corte as fatias vegetarianas a gosto (eu cortei grosseiramente em pedaços pequenos) e reserve.

Numa liquidificadora ou robot de cozinha coloque os ovos, o azeite, o leite, os temperos (sal, caril e orégãos) e ligue na potência média durante 2 minutos.

Retire e deite numa tigela grande, junte a farinha e o fermento e com uma vara de arames envolta até ficar uma massa homogénea.

Junte as fatias vegetarianas e envolva tudo muito bem. 

Verta para a forma, polvilhe com um pouco mais de orégãos e leve ao forno durante 40 minutos ou até ficar bem dourada e o teste do palito sair limpo.

Retire do forno e deixe repousar durante 10 minutos.

Sirva ainda morna ou fria num piquenique ou lanche.

Bom apetite!






Caril de camarão e arroz de couve-flor


Não me lembro de termos uma primavera tão tristonha como esta, poucos foram os dias em que deu para calçar sapatos abertos, volta e meia chove. Todos os dias ouço na rádio a meteorologia e a Vanda Miranda a pedir tal aclamado sol - SIM, adoro a M80 e a música que se fazia nessa altura, sou cota! Acho que o nosso povo está habituado a aproveitar estes feriados de junho para ir até à praia e comer os belos dos caracóis numa esplanada e não andar de casaco de malha e sapatos fechados.

A ver vamos como correm as próximas semanas, por aqui trago um bocadinho de sol para vocês! Um caril de camarão leve, fresco e com muito sabor.

Votos de uma boa semana para todos com muito sol lá fora.



. Receita para 2 adultos e 1 bebe . 

Ingredientes caril:
1 fio de azeite
1 alho francês (parte branca)
1 curgete
2 dentes de alho 
8 camarões selvagens
1/2 colher de sopa de italian spice
1/2 colher de sopa de azeite
1 colher de sopa de caril
100ml de água
250 leite de coco bio
Sal e pimenta

Numa wok coloque um fio de azeite e unte toda a base com papel aderente, deixe aquecer e junte um dente de alho, saltei uns segundos e adicione os camarões previamente descascados e picados, tempere com sal e a especiaria italiana, retire e reserve.

Numa caçarola pequena adicione um fio de azeite, o caril deixe aquecer um pouco mas sem deixar queimar e junte o alho francês, saltei um pouco, junte o dente de alho e por fim a curgete (sem casca) em cubos pequenos. Deixe cozinhar uns minutos e por fim regue com o leite de coco.

Tempere com sal, pimenta e antes de servir  já fora do lume, junte os camarões e envolva.

Ingredientes arroz:
1 couve-flor
1 dente de alho
1 fio de azeite
coentros frescos q. b.
nozes q. b.

Num robot de cozinha coloque todos os ingredientes e pique 2 a 3 segundos na velocidade turbo. Não pique em demasia para não ficar um puré. A consistência que se pretende é que fique como a da imagens, "tipo areia molhada".

Na wok onde fritou os camarões junte um fio de azeite a couve-flor e saltei uns minutos, até sentir que a couve fique crocante.

Sirva com uns coentros frescos picados e uns frutos secos a gosto.



Best foodie friends: Salada de bacalhau fresco e Bacalhau cru com laranja e queijo de cabra

Olá a todos! Parece que foi desta que chegou o bom tempo, ou é melhor não falar muito alto que alguém nos pode ouvir e amanhã acordamos com uma chuvada em cima?

A Iglo desafiou-me para experimentar o seu bacalhau fresco, pois pensam eles, porque cá por casa já o usávamos com muita frequência. Adoramos bacalhau de todas as maneiras, talvez até o cozido (como se come na ceia de Natal) seja a maneira que menos comemos por achar um pouco sem graça. Mas assado, na frigideira, em salada e a vapor somos fãs!

A vantagem deste bacalhau fresco na minha opinião é a rapidez de cozedura, dá imenso jeito para os dias de semana e como o sabor é bastante mais suave do que o bacalhau demolhado, sem espinhas e limpo de pele, o meu menino mais novo adora e devora-o com muiiiiiiiita rapidez! Existe de duas formas, a tranche que é o que vos apresento aqui e em pequenos filetes que ainda é mais prático para o dia a dia.

Quando a Iglo me contactou para fazer um jantar/almoço de amigos, rapidamente pensei num piquenique, rodeado pela natureza num parque maravilhoso que há em Alcochete, só que infelizmente acordámos com algum vento desagradável que nos ia andar a apanhar guardanapos de 5 em 5 minutos, por isso, sem deixar de estarmos ao ar livre, decidimos fazer cá em casa na nossa varanda! 

Aqui vai o nosso contributo para o movimento #bffiglo (Best foodie friends), deixo-vos duas receitas frescas, para dias de sol, piqueniques ou almoços rápidos com os vossos melhores amigos que gostem de experimentar coisas novas: Vejam mais no meu Instagram e sigam as hashtags para verem mais resultados deste movimento #bffiglo #iglo e #bacalhaufrescoforever.

Anda verão que nós já estamos preparados!

Salada de bacalhau fresco a vapor e couscous

. Receita para 6 pessoas e 1 bebé .

Ingredientes:
1 tranche inteira de Bacalhau fresco Iglo (430g) 
3 cachos de tomate cereja
400g de couscous
2 laranjas
1 fio de azeite
2 mãos cheias de mistura de salada
sal, pimenta q.b.
1 colher de sopa de sementes salteadas (usei de abóbora e girassol)
Papel vegetal

Corte uma folha de papel vegetal com 40x28 cm e coloque um fio de vinagrete de coentros* em toda a base, junte a tranche de bacalhau descongelada, unte bem com o vinagrete por cima, junte 2 cachos do tomate cereja, tempere com sal e pimenta, feche o papelote e leve a cozer a vapor durante 25 minutos.

Depois de cozinhado, retire algum excesso de água que possa conter no papelote, e deixe arrefecer.


*Vinagrete de coentros
Ingredientes:
4 colheres de sopa de coentros frescos
4 colheres de sopa de azeite virgem extra bio
2 colher de sopa de vinagre de vinho branco
50 ml de água

Coloque todos os ingredientes numa picadora ou robot de cozinha e pique até ficar com uma espessura bem liquida, caso queira, pode temperar com sal  e pimenta, eu não o faço porque gosto de temperar à parte.

Numa tigela bem grande coloque o couscous, tempere com sal, pimenta e 2 a 3 colheres de azeite. Junte o sumo de uma laranja, envolta tudo muito bem e deixe a marinar durante 2 minutos. 

Entretanto toste umas sementes na frigideira (usei de girassol e abóbora), sem qualquer gordura, apenas para ficarem crocantes e reserve.

Junte água tépida (quase até à superfície), deixe a água ser absorvida por completo, envolva o couscous com um garfo e volte a fazer este processo até ao couscous estar cozido por completo. (eu fiz 3 vezes o processo.

Por fim, verifique os temperos, junte o bacalhau em lascas, os tomates cereja cortados em 4 e também os que foram cozidos a vapor por cima para quem quiser comer, 1 laranja em gomos e regue com um fio de azeite e coloque as sementes tostadas minutos antes de servir.



Bacalhau cru com laranja e queijo de cabra braseado

.  Receita para 6 pessoas . 

Ingredientes:
120 g de Bacalhau fresco Iglo (utilizei um pouco da tranche da receita de cima)
1 laranja
60 g de queijo de cabra 
4 colheres de sopa de vinagrete de coentros (ver receita acima)
framboesas q.b.
sal, pimenta

Corte pequenas fatias de bacalhau o mais fino que conseguir, coloque-o numa tigela pequena, junte o vinagrete, envolva e deixe marinar durante 30 minutos.

Numa travessa coloque as fatias da laranja cortadas em fatias com mais ou menos 4 mm, junte por cima um pouco do bacalhau marinado e o queijo, com um maçarico dê um pouco de calor (apenas para o queijo derreter) junte as framboesas ou outra fruta a gosto antes de servir.

Sirva como entrada.

Receitas patrocinada pela Iglo





Muffins com quatro ingredientes



Não sou daquelas pessoas que não come açúcar, claro que gosto de cortar no açúcar dos bolos caseiros, ou até evitar comer grandes quantidades durante o dia. Opto sempre por açúcar mascavado ou de coco, gosto de usar agave, xaropes e etc. Mas também faço pavlovas e aí não há volta a dar, têm de ser feitas obrigatoriamente com açúcar refinado. Todos nós sabemos o mal que açúcar faz à saúde, mas também todos nós sabemos que o devemos evitar e conciliar aqui ou acolá para um dia do mês cometer algumas asneiras sem peso na consciência.  

Hoje trago uns muffins deste livro, que podem ser dados a bebés ou a adultos que queiram evitar os excessos que falo acima. Adorei o sabor, apenas lhes troquei a fruta do interior que no livro era framboesa mas como só tinha congeladas achei que iam perder muita água e substituí por pera que fica sempre bem.

São óptimos para levar na marmita e comer durante a tarde, quando a fome aperta e só pensamos em folhados e coisas pouco saudáveis.

Desculpem a minha ausência mas há fins-de-semana que sabem tão bem não ligar o computador e "curtir" a família.


 .  Receita para 6 pessoas .

Ingredientes:
3 bananas esmagadas
3 ovos
6 colheres de sopa de flocos de aveia
1 pera

Pré-aqueça o forno a 180º

Misture todos os ingredientes, exepto a pera, até obter uma massa homogénea.

Transfira metade da massa para umas formas de muffins (untadas ou de silicone), parta a pera em quadradinhos pequenos e ponha um pedaço no centro e cubra com o resto da massa.

Leve ao forno. Quando os muffins começarem a crescer, espete um palito, para verificar se estão se estão cozidos no interior.


Lasanha de perú rápida

Já vos disse que adoro pessoas bem dispostas? Provavelmente já! Vivo com uma por isso já não consigo desabituar-me a tal. Acho que por mais que nos corra mal o dia, que tenhamos como se costuma dizer, acordado com os pés de fora, há que ver o lado positivo da vida e sorrir, tentar que essa negatividade não chegue até ao final do dia e envolva toda a gente que nos rodeia. Não consigo lidar muito bem com pessoas mal dispostas, que criticam tudo e todos e que ficam assim de cara feia todo o santo dia só porque sim. Ok, todos nós temos os nossos problemas, há pessoas com vidas complicadas e com pouca vontade de sorrir diariamente. Mas acredito que 80% desse tipo de pessoas que assim são conseguiam dar a volta se sorrissem mais vezes e se deixassem contagiar por uma bela gargalha.

Já seguia o blog desta senhora há muitos anos, bem antes do Instagram ter nascido, claro que quando apareceu comecei a segui-la e fui acompanhando o crescimento dos seus gémeos lindos. Mas foi quando o instagram stories apareceu que me apercebi o quão louca e bem disposta era! Fiquei completamente rendida às suas loucuras diárias, às rotinas das máscaras faciais, ao seu eterno amor por vinho e queijos, mas o que eu adoro mesmo é as piadas que ela faz com a família. Se conseguia conviver com alguém tão louco como ela diariamente? Acho que sim, acho que nos íamos divertir imenso, claro que eu continuaria com o meu copinho de água enquanto ela bebia o seu copo de vinho mas certamente íamos ter umas tardes de grandes gargalhadas em conjunto.

Espero que depois desta conversa toda tenham alguma curiosidade em a seguir, caso não conheçam, claro! Foi de uma receita dela que me inspirei nesta lasanha mega rápida de panela. Só tem de ir ao forno gratinar para parecer uma lasanha, basicamente é uma massa/lasanha que me deixou com muita curiosidade quando a vi no blog. Acabei por não seguir a receita, fiz um pouco com o que tinha cá em casa um dia durante a semana e depois voltei a reproduzir durante o fim de semana para a partilhar convosco com luz natural para fotografar.

Espero que gostem e que sorriam muito, porque faz bem a vocês e aos que convosco estão diariamente! 


. Receita para 4 pessoas .

Ingredientes:
2 colheres de sopa de azeite
350g de perú (cubos)
1 talo de aipo (tamanho de um polegar)
1 pimento vermelho
2 alhos
2 cebolinhos
250g de folhas de lasanha
400g de molho de tomate Bio
2 medidas da lata do molho de tomate de água
sal, pimenta, mostarda moída em grão e esta especiaria
80g de flocos de aveia
20g de amêndoa
1 bola de mozzarella fresca
30g de queijo parmesão
óleo de trufa (ou azeite)

Pré- aqueça o forno a 200º.

Comecem por colocar um fio de azeite numa panela que dê para colocar no forno, de seguida coloquem o perú e deixem alourar um pouco. Adicionem os alhos, os cebolinhos e o aipo cortado em pedaços pequenos, juntem o pimento e deixem refogar uns minutos.

Rapidamente coloquem o tomate, a água, os temperos e partam as folhas da lasanha sem grande preocupação.

Deixem cozinhar um pouco até a lasanha estar quase cozida e retirem do lume. 

Com uma faca partam as amêndoas grosseiramente espanhem por cima da lasanha cozinhada, juntamente com a aveia, os queijos, um pouco mais de sal, mostarda em grão, pimenta e um fio de óleo de trufa.

Leve ao forno apenas para gratinar até ficar bem douradinho.

Sirva com uma salada.