Ras el Hanout da Marmita


Acho que já não é novidade para ninguém que eu ADORO especiarias! Sem elas e as ervas aromáticas a minha cozinha não existiria, não fazia sentido e nem saberia como cozinhar com sabor. Sou uma viciada no que toca a compra das especiarias, estão a ver aquelas senhoras que compram mais de 40 pares de sapatos e ainda não estão satisfeitas? Eu sou assim, mas com especiarias! Muitas das pessoas que vêm cá a casa perguntam se as uso todas... Uso e quando não uso consola-me o coração em saber que ali estão :) Tal como a moda cá em casa também se seguem tendências, o gengibre em tempos era o rei, a mostarda em grão tb já teve a sua época e agora o cravinho já está quase no fim da sua temporada :)


Já não sou assim no que toca às misturas, porque no meio de tantas especiarias que existem por este mundo até agora já encontrei algumas das quais nem consigo suportar o cheiro. O caril por exemplo gosto de ser eu a fazer a minha mistura como viram neste post, a garam masala nem a consigo cheirar e a mais recente compra foi a Ral el hanout. 



Ras el hanout é uma mistura de especiarias típica da culinária de Marrocos, mas também usada em todo o Magreb. O seu nome significa "o máximo da minha cozinha", é usado para temperar tagines, couscous, arroz e para marinar carne ou peixe. Percebi que cada vendedor de especiarias tem a sua versão de Ras el hanout,  há misturas que levam cerca de 30 especiarias diferentes, com raízes e ervas invulgares por isso pensei, e porque não fazer uma versão só minha, ora aqui vai... ok, sou sincera, tive uma pequena ajuda deste livro com imagens e receitas de cortar a respiração.


Ingredientes: (50 grs)
1 colher de chá de sementes de coentros
6 grãos de cardomomo (só as sementes do interior)
1/2 colher de chá de pimenta rosa
1 colher de chá mostarda em grão preta
1/2 colher de chá de sementes de funcho
2 colheres de chá de paprika doce
1 colher de chá de curcuma
1/2 colher de chá de sal grosso
1 colher de chá de canela em pó
1/2 colher de chá de açúcar mascavado
1/2 colher de chá de gengibre


Tostar ligeiramente em lume brando as sementes de coentros, a pimenta, a mostarda e o funcho para libertarem um pouco do seu óleo, de seguida colocar num almofariz, juntar as sementes do interior dos grãos de cardomomo e moer tudo muito bem. Depois de moído passar por um passador bem fino para separar as pequenas cascas por moer e juntar ás restantes especiarias em pó. Moer tudo novamente até que os aromas se fundam entre si e reservar num frasco de vidro bem fechado para que o aroma permaneça o máximo de tempo possível, a minha cheira tão bem ainda :)


Escusado será dizer que em breve vão ter uma receita com esta especiaria.





16 comentários:

  1. Escusado será dizer que tenho um armário cheio de especiarias... Mas isto eu não sabia fazer e nem nunca experimentei, pelo que vou seguir as tuas indicações à risca!
    Esta mistura é, no mínimo, explosiva... ansiosa por experimentar!

    ResponderEliminar
  2. Tão lindo! Confesso que nem li a receita, fiquei mesmo só a olhar para as cores. lol :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Como fotógrafo tenho que dizer que vc fotografa muito bem. Parabéns!

    ResponderEliminar
  4. Adorei! Também adoro especiarias e esta mistura deve ser saborosissíma! Fiquei com a receita!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Tal como tu adoro especiarias, adoro abrir o armário onde estão e sentir aquele cheirinho...

    ResponderEliminar
  6. vai já pa wishlist ahahah
    quanto às especiarias não tenho tantas quanto tu mas também não tenho o Martim Moniz a dois passos hehe
    as fotos estão perfeitas, como sempre!
    fico ansiosa por ver onde usaste esta mistura :) beijos mil**

    ResponderEliminar
  7. Nada como fazer a nossa propria mistura de especiarias, para alem de ficar ao nosso gosto, da para ganharmos asas e passarmos da imaginacao a realidade em termos de aromas e cores. Por acaso nunca fiz mas a paixao com que descreves o teu amor por especiarias tenta imenso uma pessoa a tentar.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Maravilhoso! Tenho um livro enorme de ervas e especiarias que também tem a sua (mais uma!) versão de ras el hanout mas confesso que gosto mais da tua. Sim porque a tua posso fazê-la já, dado que tenho todas as especiarias em casa - sim, também tenho um vício: ervas e especiarias são absolutamente essenciais na minha cozinha e não saberia cozinhar sem elas! Ah, e adoro garam masala (a culpa é da minha costela indiana, lol)

    ResponderEliminar
  9. Eu também adoro especiarias mas costumo comprar as misturas já preparadas aqui em lojas da especialidade!!
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  10. também tenho imensas especiarias em casa e adoro! e o ras el hanout é uma maravilha e aquele aroma faz-me sempre voltar às ruelas da medina de Marraquexe :) *

    ResponderEliminar
  11. Descobri agora o blog e estou maravilhada com as fotografias... são incríveis :D e assim à primeira vista já estão aí umas receitas a piscar-me o olho!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  12. Identifiquei-me muito com o teu post. A minha cozinha está sempre repleta de especiarias, mesmo que não as use todas, são tesouros para mim. À medida que as vou descobrindo, o espaço para as guardar vai diminuindo e as que gosto nunca passam de moda. Tenho frascos desta mistura, de caril e outras feitas por mim, faço a mais e dou aos amigos. Gostei da tua formula super aromática, quase lhe sinto o sabor a esta distância ;)
    Beijo

    ResponderEliminar
  13. Que cores lindas! Adoro o cheiro que quase sinto só de olhar.
    Este verão encontrei uma banquinha que vendia ras el hanout e cheirei e gostei, mas não comprei. Acho que esperava por esta tua versão!
    Desse livro maravilhoso e das tuas mãos chegam cheiros novos e especiarias que nos fazem sempre sonhar com novos pratos. Adorei!!
    Um beijinho.

    ResponderEliminar