Bolachas de sementes


Sei que posts como este não têm perdão mas o Natal assim nos permite (ok, desculpas :) hoje, para compensar trago uma sugestão mais saudável, para equilibrar os posts deste mês.

São umas bolachas que retirei deste livro e que podem ser consumidas entre as refeições em todas as fases do livro, com ou sem dip. Eu pessoalmente, adoro o contraste do salgado com o aveludado do iogurte, por isso, raramente as como sem molhar no iogurte. Adocei-o com uma geleia muito boa que gentilmente me foi enviada pela Amor á terra, uma quinta situada no coração da serra mais bonita deste país - a serra da Arrábida, da minha margem sul. Fiquei rendida com os produtos desta pequena empresa e maravilhada com o nome que cada produto tem. Têm uma tisana que se chama Galapos, que é nada mais nada menos a praia que frequento desde criança, uma pequena praia na costa da bonita serra. Quem conhece esta praia sabe bem do que falo, é uma praia muito difícil de estacionar no mês de Agosto, por ser tão pequena mas se conseguirem, fiquem até anoitecer que é muito bonito.



Se quiserem conhecer mais produtos desta marca, passem por aqui, aposto que vão adorar.

Ingredientes:
1/2 chávena de sementes de sésamo
1/2 chávena de sementes de papoila
1/2 chávena de sementes de linhaça (castanhas ou douradas)
1/2 chávena de sementes de abóbora
1/2 chávena de sementes de girassol
2 colheres de sopa de sementes de chia
1 colher de sopa cheia de farinha de linhaça (eu triturei as minhas sementes)
1 colher de sopa de azeite
1 copo de água
1/2 colher de sopa de caril (ver aqui a minha receita)

Dip:
1 iogurte natural

Na véspera, coloque numa taça com água (1 copo) as sementes de chia e de linhaça. Ambas vão aumentar de volume e criar um tipo de goma. Deixe descansar de um dia para o outro, pelo menos durante 12 horas.


Pré-aqueça o forno a 180º. Numa tigela, junte todos os ingredientes secos. Em seguida, junte as sementes de linhaça e de chia que, entretanto, estão em forma de goma. Adicione depois o azeite e misture tudo muito bem até obter uma massa homogénea. Se quiser, misture o caril ou outra maneira de as salgar*.

Num tabuleiro forrado com papel vegetal, espalhe toda a mistura até obter uma camada fina. Leve ao forno a 140ºC, para as sementes desidratarem por completo e se obter uma massa crocante. Deixe ficar no forno cerca de 1h30m. Observe com frequência, para não deixar queimar os crackers.


Depois de pronto, deixe arrefecer por completo no forno. Parta aos pedaços e guarde num recipiente seco e fechado.

*Para mais versões salgadas, pode substituir o caril por: queijo ralado magro, alho, cebola, sal e pimenta branca, cominhos, piripíri, manjericão, alecrim ou tomilho, tomate seco.
Se preferir antes uma versão doce: erva-doce, canela, gengibre, cardamomo, raspa de laranja ou limão.

16 comentários:

  1. Que maravilha de bolachinhas Sandra! Também tenho este livro e ainda não tinha dado por estas! São super!
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Wow, essas bolachas devem ser mesmo uma delicia, para além de que são lindas. Mas do que gostei mesmo, confesso, foi dessa geleia. Marmelo e pétalas de rosa?! Oh God, isso deve ser meeessmo muito bom. ;)
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  3. Hum que boas!!! :) Tenho sempre a despensa carregada de sementes, tenho que ver se as faço! :)
    Beijinhos,

    Sandra

    ResponderEliminar
  4. É pena o link não funcionar... Poderia me indicar o livro de onde retirou a receita? Fiquei curiosa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Patrícia, sim claro aqui vai: http://www.wook.pt/ficha/as-receitas-a-dieta-dos-31-dias/a/id/15419019?a_aid=4f513fd3b391c

      beijinhos

      Eliminar
  5. acho que vou roubar a receita!
    http://fromnothingtoprada.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. E são óptimas para começar o dia ! :) Um Pequeno almoço saudável ou um lanche a meio da manha !

    ResponderEliminar
  7. Bem eu pessoalmente sofro com este género de alimentação, porque gosto apenas do que "faz mal". Mas parecem ser boas, tenho de experimentar no inicio do ano.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  8. Essa receita é muito semelhante às life-changing crackers da Sarah B (My New Roots) que faço quase todas as semanas. Com alecrim e sementes nigella ficam absolutamente fabulosas :)

    ResponderEliminar
  9. Esta receita é daquelas que apetece mesmo roer a toda a hora :)
    Eu gostei tanto de conhecer os produtos da Amor à terra, adoro o conceito.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  10. Surpreendentes estas bolachas e que linda cor... só tu para fazeres coisas destas. Deixas-me sempre curiosa! E conheço essa linda praia de que falas.
    Que o teu Natal seja temperado com muito açúcar e amor.
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  11. Adorei a partilha. A receita já a reti, para experimentar!
    Obrigada
    Feliz Natal e 2015 de continuadas boas partilhas ... muitos sucessos.
    Gratidão

    ResponderEliminar
  12. Já estive várias vezes na praia de Galapos e adorei essa praia.
    Discordando de ti, acho que o m~es de Dezembro é mesmo o mês de excessos e pecados culinários mas já em Janeiro, continuava a comer pecados e estas bolachas saudáveis, pois têm um aspecto divino e super convidativo.
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  13. Tão lindo e delicioso, por certo!

    http://purevetrakitchen.blogspot.pt/

    ResponderEliminar