Ceviche de peixe fresco e um convite para jantar

Hoje trago-vos um ceviche! Quem não é familiar com o prato veja aqui.  Para mim foi uma experiência única que aconselho a toda a gente que goste de peixe fresco. Como experiência única que foi obviamente que gosto de as partilhar com quem mais gosto. Por isso aqui vai uma refeição única para um convidado único que simplesmente adoro.


Quem é António Zambujo perguntam vocês. Pois bem, ele é grande, um génio da voz com simplicidade humildade e é bem português.

Já sigo a sua carreira à largos anos e ouvi-o ao vivo inúmeras vezes. Não interessa o espaço onde actua, seja o Coliseu, um jardim ao ar livre para apenas meia dúzia de pessoas, é sempre um espectáculo por excelência. Quem não o conhece vale a pena vir aqui vão encontrar 5 discos com musicas fantásticas como estaesta ou esta. Pergunto-me por vezes porque que um artista destes não tem o reconhecimento que deveria ter no seu pais? Porque que consegue encher salas inteiras no Brasil e tocar em grandes festivais pelo mundo inteiro e aqui no palco que o viu nascer não é bem assim. Se calhar não quer, ou não está para isso, porque acredito que se quisesse tinha! Disso eu tenho a certeza. Também não o vejo a ter um grupo de fãs histéricas com cachecóis à espera que ele toque 3 dias seguidos no pavilhão atlântico ou a dar sessões de autógrafos durante 5 horas seguidas. Vejo-o antes a ser feliz com a música que canta, com os concertos intimistas que dá, com a rapidez com que arrepia qualquer pessoa com a sua voz, através daquela acentuação de palavras que só ele consegue fazer. Traz-nos o melhor do canto alentejano e faz-nos sorrir através das letras da sua música, sonhando com o seu melódico assobio. Eu prefiro assim: 'Tê-lo' só para quem o quer ouvir, para quem gosta de ouvir cantar a nossa língua tão bem.

Confesso que este tema foi dos mais difíceis de decidir. Não é nada fácil escolher um cantor ou banda, simplesmente porque passei por tantas fases musicais durante a minha vida e estou certa que até ao final desta vou ouvir mais e mais coisas diferentes. Escolhi o António Zambujo porque é português e porque actualmente o ouço, ele é a voz que canta a maior parte dos poemas que aparecem nas fotografias do meu blog ao longo deste tempo, como tal não faria sentido escolher outro musico.

Espero que gostem do meu convidado e do jantar. Mais uma vez, um obrigado à nossa Ana por não se esquecer de trazer os nossos jantares e à Vera que lançou um tema tão desafiante, mais uma vez adorei participar.



Ingredientes marinada:
4 filetes de peixe porco (fresco)
Sumo e raspas da casca de 3 limões
1colher de sobremesa de pimenta rosa

Ingredientes tempero:
2 colheres de sopa de pickles de pepino caseiros
cebolinho fresco q.b.
3 fatias de pão Alentejano 
azeite q.b.
oregãos q.b.

Fazer filetes ou partir em pedaços pequenos do peixe fresco e deixar a marinar no sumo dos limões/raspas e com a pimenta rosa durante 2 horas, o ideal é deixar a noite toda, mas como nós queríamos para o almoço acabou por ser só duas horas mas foi o suficiente.

Passadas as duas horas, retirar da marinada e servir. Eu utilizei os pickles que fiz algumas semanas antes picados e cebolinho fresco, temperei com azeite e acompanhei com um pão Alentejano torrado aromatizado com azeite e oregãos.

O Jantar foi servido com muita musica à mistura onde se falou do ultimo concerto que deu e no próximo que vai dar no Coliseu em Dezembro, este jantar teve certamente que ser para 3 porque, aí de o meu marido que não fosse convidado tb adora ouvir o António cantar e é o meu companheiro de tantos concertos e de tantas bandas há mais 12 anos.

19 comentários:

  1. Ao ler as participações confirmo aquilo que já sabia, tenho um gosto musical muito eclético e quando se trata de musica de qualidade arrepio-me facilmente, qualquer que seja o género. Como ele, infelizmente há imensos, sem grande sucesso cá mas com fãs e casas cheias já mesmo na vizinha espanha... é a nossa mentalidade... que penso, começa a mudar um pouco.
    O prato escolhido promete, e fica agendado para fazer um dia destes. Parabéns pela participação e espero que tenhas gostado tanto do desafio como eu :)))
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  2. Tenho de confessar que nap conhecia este senhor e que nunca tinha ouvido falar dele. Nem sei como e que e possivel!!! Acho que fizeste muito bem em aqui passar a mensagem, acho que ate vou oferecer um cd deste senhor a minha mae no Natal pois sei que ela ira adorar. A receita para variar deixa agua na boca.

    Muitos beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Tenho imensa curiosidade em experimentar este tipo de receitas...mas ainda não tive coragem!
    beijinhos
    http://cookaddiction.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. este é provavelmente o mais dificil, para mim, dos desafios! mas também já escolhi o convidado.
    Gostei muito muito do teu e conhecia uma música dele mas não sabia que era dele ( acontece-me muitas vezes)
    mas isto é que é bom nestes desafios, aprender e descobrir!
    o prato está perfeito, como sempre! beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Que boa sugestão, bem diferente!
    As fotografias estão deliciosas :)

    ResponderEliminar
  6. Está divinal! O convidado... 5 estrelas!
    Fiquei super curiosa em experimentar e não hei-de demorar muito. :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Que delícia de receita
    beijos

    ResponderEliminar
  8. Este desafio é sem dúvida maravilhoso e muito enriquecedor, quem diria que alguém que canta dessa maneira me tenha conseguido passar despercebido até hoje?? Adorei, a voz, os poemas, tudo, imagino que ao vivo deva ser fantástico! Realmente não dá para entender como não ouvimos falar mais de um músico que já conquistou multidões pelo mundo fora...
    Só ouvi falar em ceviche há pouco tempo, desde que começou o Masterchef América, eheheh, eles já para lá fizeram e na altura já fiquei curiosa, mas não tinha percebido bem o que era. E parece-me uma escolha perfeita para o convidado, algo tão simples, mas ao mesmo tempo tão complexo e tão único!! Perfeito:))
    Excelente texto, gostei muito da mensagem e de saber que é alguém que há muito inspira aqui o teu encantador espaço:)
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  9. É só novidades neste post :) Tanto em comida como no convidado. Gostei de conhecer o teu convidado, nunca tinha ouvido falar nele. Por isso esse desafio é interessante conhecemos personalidades desconhecidas, como foi este o caso. Ainda não tive tempo de pensar em quem convidar e estou a ver o prazo a terminar, mas acho que também vou ficar por Portugal :)

    Beijinhos e parabens

    ResponderEliminar
  10. Amei amei amei! Não conhecia este artista, mas já me deixei apaixonar... Viva a música portuguesa! Viva a música genuína! Um grande bem haja por nos dares a conhecer esta pérola contenporânea!
    O prato eleito está também fabuloso com um optimo aspecto!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  11. Este desafio da Vera é dificilimo: agora que já decidi quem é o convidado, estou indecisa sobre o que lhe servir.
    Nunca fiz ceviche mas foi das coisas que mais gostei de provar, de modo que já levo as anotações. Quanto ao António Zambujo, que conheci através do meu pai, confesso que prefiro assim: partilhado entre aqueles que apreciam o seu belíssimo trabalho :)

    ResponderEliminar
  12. Eu gosto de tudo! Adoro ceviche e adoro o Zambujo. Que boas escolhas nos mostras :)
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. As tuas escolhas são do melhor.
    A música do Zambujo é emocional.
    Ceviche é das comidas que mais gosto, como já transpareceu na minha "casinha".
    A tua versão é para experimentar, sem dúvida.
    Beijinhos
    Guida

    ResponderEliminar
  14. Adoro sempre as tuas escolhas! :)
    Gosto do Zambujo, das letras das suas músicas que nos fazem sorrir. Das emoções. Da simplicidade e intimismo.
    Sinto que tal como ele existem muitos mais músicos fabulosos em Portugal que não são reconhecidos como deveriam ser. Mas fica a partilha para quem gosta realmente! Viva a música com alma e portuguesa!
    E gostei de saber que ele te inspira. E nunca provei ceviche, acreditas?
    Mas algo tão precioso e único, simples e perfumado, só pode ser delicioso, e encantar o teu convidado.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  15. Eu descobri o António Zambujo há muito pouco tempo (só através do último álbum), e porque não pára de tocar cá me casa, porque o meu marido tem INSISTIDO MUITO em pô-lo a tocar, que, como tu, já segue a carreia do António há um tempo.
    Talvez se fosse há 2 ou 3 anos, apesar de tocar imenso cá em casa, eu não teria parado para o escutar duas vezes, mas como tu também referes, o nosso gosto musical vai evoluindo, modificando, ganhando ramificações, e a voz do António Zambujo desta vez prendeu-me. Compreendo exactamente o que queres com "através daquela acentuação de palavras que só ele consegue fazer".
    Encurtando... bela escolha musical e gastronómica.
    A foto é divinal como sempre! :)

    Beijinhos
    Marta

    ResponderEliminar
  16. Olá Marmita
    Adoro ceviche! E escolheste um peixe super gostoso para o fazer!
    Beijo

    ResponderEliminar
  17. Marmita, não conhecia o seu blog e não acredito no que estava a perder! Adoro o tratamento das fotos, adorei as receitas, vou cá voltar mais vezes e já estou a seguir! Parabéns pelo bom trabalho :)
    Beijinhos,
    Inês

    ResponderEliminar
  18. ADORO...Adoro o convidado que já tive a oportunidade de ver ao vivo, adoro a receita e adoro as Fotos...lindas... :)
    Parabéns Marmitinha...Beijocas

    ResponderEliminar
  19. Olá Marmita!
    Que magnifica escolha, não conhecia o convidado mas fiquei a gostar, é uma voz fasbolosa. O ceviche já conheço e com o peixe apropriado é um requinte.
    Gostei do que vi e vou voltar.
    Beijinho

    ResponderEliminar