Torta de baunilha e um convite para lanchar



Eis que chega novamente o Convite para jantar neste caso, lanchar! Que já vai na 10º edição, criado pela Anasbageri. Foi a Cristina do blogue Come Chocolates, pequena decidiu convidar poemas e para quem me segue já algum tempo sabe bem que são tantos os que gosto, que se tornou difícil a escolha final. Neste Convite para jantar já tinha convidado um poema do qual gosto muito do Ramón Sampedro, trago hoje um mais positivo que adoramos cá em casa e até o temos aplicado em vinil na nossa sala este poema de Carlos Conde um poema que deu voz a fados muito bonitos em especial este tantas vezes cantado pelo fadista Ricardo Ribeiro.
 A porta do coração 
Feia ou bonita, que importa
Se nos assalta a paixão
Por quem nos sabe vencer,
O coração tem uma porta
E a porta do coração
Abre-se às vezes sem querer!

Cruzei um dia na vida
Com um olhar tanto a preceito
Que me toldou a presença,
Ela não pediu guarida
Mas bateu com tanto jeito
Que entrou sem eu dar licença!

O amor é um imprevisto
Faz-nos rir, faz-nos chorar
Faz-nos sofrer e sentir,
O meu coração tem disto
Às vezes quero-o fechar
Mas ele teima em abrir!

Que importa o riso, a traição
Quem ama tudo suporta
O resto não tem valor,
Só quem não tem coração
É que não tem uma porta
P'ra dar entrada ao amor!


Ingredientes massa:
4 ovos
60 grs de manteiga (mais um pouco para untar)
100gr de açúcar baunilhado (caseiro)
100 grs de farinha de trigo sem fermento
1 colher de chá de fermento para bolos
1 colher de sopa extracto de baunilha (caseiro)

Ingredientes recheio:
1 iogurte natural (usei grego)
120 grs de queijo ricota
1 colher de sopa de açúcar baunilhado
umas gotas de extracto de baunilha

Numa batedeira ou robot de cozinha colocar a manteiga, com o açúcar e bater até ficar um creme, de seguida adicionar os ovos um a um sem deixar de mexer e o extracto de baunilha. Adicionar a farinha com o fermento peneirados e bater novamente até os ingredientes estarem todos interligados. Forrar/untar um tabuleiro rectangular (eu usei um com mais ou menos com 30x25cm), levar ao forno aproximadamente 12 min a 180º.

Depois de a massa cozinha deixar arrefecer e preparar o recheio. Usei um iogurte grego, com o queijo, o açúcar e no final deitei umas gotinhas de extracto de baunilha. Recheiem a torta e se virem que o recheio é em demasia agarrem numa colher e comam, ui foi o que eu fiz :) Depois da torta recheada podem com ajudar de um pano da cozinha ou película aderente fechar a torta durante uns minutos para que ela ficar bem fixa.

Devem antes de servir polvilhar com mais açúcar por cima.


Uma dica que se calhar até já disse por aqui ou todas vocês já fazem, mas não custa repetir... Para fazer açúcar baunilhado podem comprar açúcar normal, colocar numa liquidificadora ou na bimby e bater até ficar pó desejado. Depois metem o açúcar num frasco que feche muito bem e lá dentro podem ir colocando vagens de baunilha à medida que usem nos vossos doces. Podem colocar as que quiserem convém é estarem abertas para o aroma possa sair mais rápidamente, fechem o frasco e passado uns dias abram novamente, vão sentir um perfume fantástico no vosso açúcar, podem gastar esse açucar e ir aproveitando as vagens para futuro açúcar.




25 comentários:

  1. O que eu dava agora por uma fatia dessas! Muito tentadora!
    Maria

    ResponderEliminar
  2. Esta torta tem todas as qualidades para em breve estar na montra da confeitaria :)
    Não conhecia o poema mas achei delicioso. Obrigada pela tua participação!
    bjs

    ResponderEliminar
  3. Olá...
    Que aspecto magnifico ;).... Adorei a tua sugestão :)... Beijocas...

    http://nacozinhadaleonor.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. E por isso que eu adoro estes desafios. Vou "guardar" o teu poema. E a torta também ;)
    Bom fim de semana
    Guida

    ResponderEliminar
  5. Excelente participação. Adorei a torta, quero experimentar!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Esta uma delicia esta tua torta, esta tua participação :) :)
    Francamente gostei

    ResponderEliminar
  7. Essa torta está mesmo a chamar por mim :)
    Encantadora e deliciosa!
    O poema é muito bonito :)
    Bjinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  8. Linda, Marmita! A experimentar, sem a menor dúvida...

    ResponderEliminar
  9. Adorei esta torta e o seu aspecto branco singelo!!!!Está uma delicia!
    Bjoka
    Rita

    ResponderEliminar
  10. Essa torta está-me a tentar...que aspecto delicioso!
    beijinhos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  11. Ficou linda essa torta Marmita :D Ontem também experimentei os queques de bulgur, e fizeram um sucesso enorme cá em casa! :D

    Beijinhos e tem um óptimo fim-de-semana! :D

    ResponderEliminar
  12. Voltei para dizer que não consigo deixar de pensar nesta torta.... :D

    ResponderEliminar
  13. gostei muito do poema :) e das fotos :) estão lindas (como sempre :)e a torta (que direitinha hehehe)
    beijocas e bom fim-de-semana ****

    ResponderEliminar
  14. Este desafio tem destas coisas, as descobertas boas, de um poema lindo lindo!
    E a tua torta perfumada de baunilha é ela também poética, a cada fatia, a cada dentada :) Linda. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  15. Um post maravilhoso!!
    Muitos parabéns! ;)

    Jota
    http://searchncook.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  16. Vou guardar esta torta :) Deve ser deliciosa.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Muito tentadora :)

    ResponderEliminar
  18. Absolutamente perfeita essa torta! e as fotos ficaram lindas! Parabéns!

    ResponderEliminar
  19. Nossa... que lindo.
    Um abraço, Fábio

    ResponderEliminar
  20. Que delicia de torta, adorei o recheio.
    Kiss, Susana

    ResponderEliminar
  21. Adorei esta torta:) mas adorei também muito o poema não o conhecia:) lindo memso:) beijinho e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  22. Achei esta torta linda demais.
    As minhas nunca me saem assim perfeitas.
    bjs

    ResponderEliminar
  23. Estas tortas fazem-me lembrar as tortas de manteiga da minha infância...
    Nunca mais encontrei igual.
    Tenho de experimentar esta receita!

    ResponderEliminar