Couve roxa do Jamie Oliver

Eu sei que já começo a enjoar com tanta receita do Jamie Oliver, mas não consigo deixar de partilhar as receitas que mais gosto dele. Esta é uma delas, uma receita que costuma fazer para a sua ceia de Natal, mas que para mim é boa o ano todo.

Adoro o contraste que o bacon fumado dá ao adocicado da couve e depois a acidez do vinagre acho que ajuda com que o sabor fique fantástico. 

Esta receita veio directamente do livro Jamie's Great Britain, que para um chef de nacionalidade Inglesa foi editado já muito tarde na sua carreira, mas não deixa de ser um livro muito bom e com receitas óptimas.
Uma vez li algures, que o Jamie para ser Italiano só lhe faltava ter nascido em Itália. Achei piada, porque por vezes, já me têm dito o mesmo, mas em Espanha. Gosto muito do nosso país, da nossa cultura, do nosso povo mas se tivesse que optar por ter nascido em outro que não o nosso, seria sem dúvida em Espanha e era com toda a certeza, uma Andaluza toda feliz adorar os livros do Jamie Oliver e a fazer uma couve roxa para acompanhar umas tapas ao jantar :)

Ingredientes: (6 pessoas)
1/2 couve roxa (800g)
azeite q.b.
6 fatias de bacon fumado
2 raminhos de alecrim
sal e pimenta de moer q.b.
2 colheres de sopa de açúcar mascavado
vinagre de vinho tinto q.b.
1 colher de sobremesa de manteiga
mel q.b.

Para esta receita o ideal é que usar um robot de cozinha ou uma picadora, para que a couve fique cortada de uma forma mais homogénea, caso não tenha, pique com uma faca que não ficará menos mal de certeza.


Depois de picadinha reserve. Coloque uma frigideira larga (tipo wok) ao lume com azeite e o bacon cortado em pedaços pequenos. Adicione as folhas do alecrim, uma pitada de sal, pimenta e cozinhe entre 5 a 10 minutos, até o bacon ficar crocante e com uma tonalidade dourada. Retire o bacon do lume e reserve. Na gordura que o bacon largou adicione o açúcar (com o lume mais baixo) e deixe caramelizar um pouco, de seguida o vinagre, a couve e por fim o bacon e mexa tudo muito bem.

Adicione mais um pouco de vinagre de vinho tinto (se for fan de vinagre como eu sou), um pouco de água e tape com uma tampa e em lume baixo cozinhe cerca de 30 a 40 minutos, sem deixar de mexer de tempos a tempos até a couve ficar molinha e deliciosa. Caso sinta que está demasiado seco durante a cozedura, adicione mais um pouco de água. Antes de desligar coloque a manteiga e o mel, mexa bem e sirva com uma folhinha de alecrim em cima.


Fica uma salada com uma cor tão bonita que alegra o coração!

19 comentários:

  1. Nunca gostei muito de couve roxa cozinhada (sempre preferi crua) mas confesso que esta receita está a chamar por mim, tenho de dar uma segunda oportunidade á couve roxa não crua!

    ResponderEliminar
  2. Nunca comi assim, mas gostei da sugestão.
    Bjs, Susana

    ResponderEliminar
  3. Olha... por mim podes fazer quantas vezes quiseres receitas do nosso amigo. Eu adoro sempre! E esta receita eu não a conhecia, não me lembro de a ter visto, mas é daquelas receitas que apetece logo ir para a cozinha experimentar. Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Gosto. Desconhecia esta receita por completo e acho que vai passar a ser uma das minhas favoritas! Cheira-me que sim! :)

    ResponderEliminar
  5. Cor tão vibrante que, sem a provar, consigo sentir deliciosa..

    beijinho!

    ResponderEliminar
  6. Que lindas cores :)
    E receitas do Jamie nunca enjoam!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  7. Eu nao me importo nada de ver receitas do Jamie Oliver. Esta tem tão bom ar e a cor e tão linda.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  8. Olá Marmita
    Percebo essa obsessão. Quando me enquanto com um livro ou com um cozinheiro é até à náusea ;)
    Já experimentei essa salada e adoro. Ainda por cima porque gosto muito de tudo o que leva vinagre.
    Me encanta españa e nuestros hermanos :) e o Jamie,obviamente!
    Um beijinho
    Guida

    ResponderEliminar
  9. Linda e deliciosa esta salada Marmita!
    Curiosamente, o vegetal que menos aprecio numa salada é a comum alface, e adoro todos os restantes em igual proporção. Já guardei a receita e ainda esta semana vou por em prova:)

    beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Alegra qualquer coração! :)
    Adoro a cor dessa couve, roxinha. E adoro esse livro do Jamie, para mim um dos melhores dele.
    E por mim, nunca me farto das receitas dele e que as tragas como fazes tão bem, cariño!
    Besitos guapa.

    ResponderEliminar
  11. Olá,
    Adoro couve roxa e esta receita deve ficar uma maravilha. As fotos ficaram lindas!
    Beijinhos :)
    Vanda

    ResponderEliminar
  12. Ai o Jamie! Sempre a tentarnos com receitas deliciosas. Cá em casa também apreciamos muito a couve roxa, mas desconhecia esta receita do noso amigo. Ficou com um aspecto delicioso. ;)
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  13. Olá Sandra,
    Esse livro do Jamie, na minha opinião, é dos melhores dele e ainda bem que o editou já tarde, mais maduro, pois o resultado é um livro estrondoso e para mim, que como sabes, gosto do Jamie q.b., é um livro do qual apetece fazer todas as receitas e embora ainda só tenha feito os ovinhos escoceses desse livro, fica já esta couve roxa marcada, pois o aspecto da tua é de ofuscar e de salivar.
    Beijinhos,
    Lia.

    ResponderEliminar
  14. A mim não enjoas, adoro o jamie :) Gosto muito de couve rouxa, adorei a sugestão!
    _____________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar
  15. eu gosto, podes continuar a partilhar o Jamie (entremeado com outros de igual calibre...já sei... de igual calibre não há!!)
    Continua que estou a gostar (embora nem sempre o expresse :) :) :)

    ResponderEliminar
  16. Se é boa partilha-se sempre. É esse o princípio :)
    Tenho uma experiência muito boa com uma couve roxa agridoce, muito parecida com essa. Partilhei-a há anos tirada da Bon appétit e continuo a fazê-la. Além de que fica linda na mesa, como aqui demonstras.
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  17. Que cor fantástica!
    Eu também gosto muito do Jamie Oliver...tenho alguns livros e acho que ele transmite muita inspiração e energia!
    Adorei a tua sugestão e fizeste muito bem em partilhar esta receita!
    Beijinhos

    Sílvia
    http://bocadinhosdeacucar.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. É rosmaninho ou alecrim? Rosemary em inglês é alecrim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola, é alecrim! Tem toda a razão, obrigada pelo reparo vou já alterar.

      Eliminar