Ostras ao natural

Como já é habitual todos os anos tento trazer uma receita com ostras. No entanto, fazer ostras cá em casa sem ser ao natural é um pouco complicado. O ano passado tentei, mas o Marmito como bom Francês que é, só gosta delas ao natural com umas gotinhas de limão. Eu, ao contrario, acho que o limão em excesso não combina muito bem com o meu estômago e lá acabamos sempre por dividir uma caixinha de ostras, para cada um comer à sua maneira.


Hoje, trago uns molhos um pouco diferentes dos que fiz neste ano. Adicionei a fruta que dá um contraste fantástico com o sabor a mar da ostra, para quem ainda não provou ostras, ou já provou e não adorou à primeira tentativa, tentem novamente. Eu inicialmente também não gostava e agora acho que já não conseguia passar muitos meses sem as comer, apostem em temperos adocicados ou um simples fio de azeite e vinagre, como se uma salada se tratasse, acreditem que vão passar adorar.


A receita de hoje, é inspirada pela Rachel Khoo neste seu livro que eu já falei aqui anteriormente e que tanto adoro. Estes três temperos ficam muito bem juntos, o de maçã contrasta com o Armanhac que fica fantástico - caso não tenha Armanhac, use um whisky ou um licor forte a gosto. Por fim, o de morango fica óptimo e é o mais doce de todos, acho que já todos sabem o quanto é bom adicionar vinagre balsâmico aos morangos :) Por fim, o da chalota com o tomilho fica neutro é óptimo para balançar entre estes dois, aconselho a provarem no meio dos dois. 

1 kg de ostras bem frescas

Molho de maçã
1/4 de maçã gala
1 colher de café de sal
1 colher de café de açúcar
2 colheres de sopa de vinagre de cidra
1 colher de sopa de Armanhac

Molho chalota
1/3 chalota
1 colher de café de sal
1 colher de café de açúcar
2 colheres de sopa de vinagre de vinho tinto
3 raminhos de tomilho limão

Molho de morango
2 morangos grandes
1 colher de café de sal
1 colher de café de açúcar
2 colheres de sopa de vinagre balsâmico
1 colher de sopa de água

Comece por preparar primeiro os molhos antes de abrir as ostras, para o sabor ficar mais apurado.



A confecção é a mesma para os 3.
Primeiro é junte os líquidos, de seguida o açúcar e o sal, mexer até que ambos derretam. Pique os ingredientes sólidos em pedaços bem pequenos e junte aos líquidos, convém que os sólidos fiquem submersos no líquido, caso sinta que há pouco liquido, adicione uma colher de água.



Deixe os molhos repousarem à temperatura ambiente pelo menos 30 minutos antes de abrir as ostras.
Lave bem as ostras (cascas e tudo) com ajuda de uma escova. Abra com bastante cuidado, veja aqui como.



E sirva as ostras juntamente com os molhos em tacinhas pequenas e com umas colheres. Desfrutem de uma explosão de mar com três molhos complemente diferentes.



Depois digam qual o vosso preferido, nós por cá não chegámos a acordo, para variar :)

15 comentários:

  1. Sou fã incondicional de ostras, e sempre ao natural, com o tal sumo de limão :)
    Mas estas propostas são muito tentadoras, vou ter de experimentar!
    Lena
    http://cookingbooksblog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Ostras... esse bicho viscoso que não consigo engolir! E que pena tenho de não ultrapassar esta minha panca com ostras!

    ResponderEliminar
  3. Marmitinha do meu coração, este post vai direitinho para as mãos prendadas do Marmiteiro sem Marmita cá de casa! Ai vai, vai!!!! :D

    ResponderEliminar
  4. Olá Sandra,
    Eu adoro ostras e cá em casa comemos bastantes vezes, eu é que tenho a trabalheira de as abrir claro...
    O marmito cá de casa come-as com tabasco e eu só com sumo de limão mas olha que fiquei de olho nestes teus molhos e, realmente, há receitas que quando folheias os livros te passam ao lado e depois, quando as vês publicadas, como é o caso desta, ficas... UAU!!!
    Beijinhos amazonaholica linda,
    Lia.

    ResponderEliminar
  5. gosto tanto de ostras!!! quero um bocadinho please :))

    ResponderEliminar
  6. Adoro ostras. As suas ficaram com uma cor fantástica e de certeza deliciosas. Adorei a sugestão.

    Beijinhos;

    Aurea Neves

    ResponderEliminar
  7. Nunca comi, mas tenho muita curiosidade! Adorei as fotos :)
    _____________________
    aculpaedasbolachas.com

    ResponderEliminar
  8. Experimentei ostras pela 1a vez no Brasserie Flo há pouco tempo, no fim do curso de vinhos de que falei no blog, e gostei, mas não fiquei fascinada. Quando provei só com limão, não gostei, e depois gostei mais com um molho vinagrete, por isso acho que escolhia o teu molho chalota se voltasse a comer.

    ResponderEliminar
  9. Olá Marmita,
    Também já me tinha chamado a atenção a sugestão da Rachel. Mas cá em casa somos mais como o teu francês: ao natural só com um pouco de limão ou, numa versão mais aromatizada, com lima. Mas agora fiquei com vontade de experimentar estas versões. Deve ser por causa das fotos fantásticas!
    1 bj
    Guida

    ResponderEliminar
  10. Que combinação de sabores tão interessante. Eu adoro ostras de qualquer forma, mas estas combinações despertaram-me a curiosidade.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  11. Lindo Marmita!!
    Que bela a inspiração da Rachel :) eu nunca comi ostras como já te disse, e quando as vejo nos livros lembro-me sempre de ti.
    Eu ia para as de morango, e adoro a última foto.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  12. Olá Sandra, adoro ostras! Há algum tempo que não como! Adorei as fotos, estão mesmo demais!
    Eu escolhia o molho de morango, é mais ao meu estilo.
    Também tenho o livro e adoro!
    Bjs

    ResponderEliminar
  13. Bem me dizias que eu ía gostar. Não só gostei, como amei. E como sabes quando comi ostras senti o mesmo que tu, não gostei nada. Mas confesso que nem a textura delas eu gostei. Mas como sou pessoa de voltar a experimentar antes de dizer que não gosto, hei-de fazer esta sugestão. A última foto (antes de ler vejo sempre as fotos, e depois é que leio tudo) pareceu-me romã... também deve ser um twist muito bom! ;) Beijinhos marmitinha

    ResponderEliminar
  14. Estas fotos estão qualquer coisa :) A última então é digna de qualquer livro de culinária :)
    Que perfeição, que perdição!
    Que belas ostras e com molhos tão deliciosos! A descrição deles é fantástica.
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  15. Eu adoro Ostras !!! ... mas assim vou ter que experimentar :)
    Fotos FABULOSAS !!

    ResponderEliminar